Galerias de arte viram tendência de hotéis na Itália


Ft.: Ansa
Ft.: Ansa
Diversos empreendimentos tem atraído turistas no país

Da Ansa
- Agência Italiana de Notícias

A moda dos hotéis que são verdadeiras galerias de arte está virando tendência em diversas cidades italianas neste ano. A maioria deles exibe obras criadas propositalmente para os estabelecimentos e que seguem os padrões da "street art" ("arte de rua").

A tendência, que começou nos últimos anos nos Estados Unidos e está se espalhando pelo mundo - e a Itália não poderia ficar de fora. No "país da bota", o grupo israelense Fattal é o que tem mais empreendimentos. Com unidades do NYX em Milão, Roma, Florença, Veneza e Nápoles, o grupo investiu no segmento e conta com cerca 10 hotéis na Itália - dos 120 que possui em 50 países.

 Em Milão, por exemplo, a unidade tem 300 quartos distribuídos em 12 andares no antigo Palazzo Philips, prédio histórico em frente à praça IV de Novembro. No local, há obras de artistas italianos e estrangeiros, como Joys, Peeta, Jair Martinez e Yama11.

O hotel recebe os turistas com um grande trabalho de Joys na porta de entrada, que segue as linhas do desenho contemporâneo, e que leva para obras de outros artistas. No pátio exterior, há um grande mural de 28 metros de Vesod e, em outra parede, desenhos de Peeta e Yama11.

A maior parte dos desenhos foi desenvolvida e criada pelo EAD Crew, um grupo de artistas italianos de rua que tem como base a cidade de Pádua. O EAD nasceu nos anos 1990 e é um dos mais reconhecidos mundialmente por sua "street art" que mistura desenhos tradicionais e criações no estilo 3D.

Além de espalhar sua arte pela Itália, eles têm obras pintadas em Nova York, Hong Kong e Moscou e participam de inúmeros eventos do setor.