Aos 87 anos, morre o chef italiano Gualtiero Marchesi


Chef Gualtiero Marchesi comandava restaurante no Teatro alla Scala

Da Ansa
- Agência Italiana de Notícias

Morreu nesta terça-feira (26), em Milão, Gualtiero Marchesi, um dos chefs italianos mais famosos no mundo. O cozinheiro tinha 87 anos e comandava o restaurante "Il Marchesino", no célebre Teatro alla Scala, na capital da Lombardia.

Tido como um dos fundadores da "nova cozinha italiana", Marchesi nascera em Milão, em 19 de março de 1930, filho de pais donos de restaurante, o que abriu as portas da cozinha para ele. Após a Segunda Guerra Mundial, frequentou uma escola de hotelaria em Lucerna, na Suíça, e, mais tarde, aperfeiçoou seus conhecimentos em Paris.

Seu primeiro restaurante foi fundado em 1977, e um ano depois o chef já ganharia sua primeira estrela do "Guia Michelin". Em 1987, o estabelecimento de Marchesi se tornou o primeiro da Itália a obter três estrelas da publicação francesa.

Em junho de 2008, ele criticou publicamente o sistema de pontuação do guia e renunciou às duas estrelas que tinha na ocasião, afirmando que queria apenas um comentário sobre seu trabalho, e não pontos.

Marchesi ainda fundou, em 2006, a Scuola Internazionale di Cucina Italiana (Alma), com sede em Colorno, na província de Parma. Ele permaneceu na reitoria da instituição até outubro passado. O chef também possuía um restaurante no Grand Hotel Tremezzo, às margens do Lago de Como, e o "Thirty-Nine", no Principado de Mônaco.