Israel quer construir estação de trem em homenagem a Trump


Linha ferroviária deve terminar no Muro das Lamentações

Da Ansa
- Agência Italiana de Notícias

Uma linha ferroviária será implantada em Jerusalém para ligar Tel Aviv ao Muro das Lamentações, segundo informou o jornal israelense "Yediot Ahronot".

No local, uma estação será dedicada ao presidente norte-americano, Donald Trump, como forma de agradecimento pela decisão de reconhecer Jerusalém como capital de Israel.

A linha terá início na parte ocidental de Jerusalém - local em que chegam os trens provenientes de Tel Aviv - e terá 50 metros de profundidade.

Segundo o periódico, a iniciativa é do ministro de Transportes, Yisrael Katz, que enxerga o novo trajeto ferroviário como um "projeto nacional". Os custos para a realização estão estimados em 2,5 bilhões de shekel (aproximadamente R$ 2,38 bilhões).

No dia 6 de dezembro, Trump cumpriu sua promessa de campanha de reconhecer Jerusalém como capital de Israel. Dessa maneira, anunciou a transferência da embaixada dos Estados Unidos a cidade considerada sagrada para várias religiões - e desencadeou uma série de duras críticas internacionais.

O Muro das Lamentações não faz parte da região demarcada por Israel em 1967, além de estar localizado próximo a pontos sagrados do Islã.

Recentemente, em 15 de dezembro, a Casa Branca anunciou que o presidente poderia fazer mais um anúncio, reconhecendo o Muro das Lamentações como parte de Israel.