'Ciclone-bomba' cancela quase 3 mil voos nos EUA


Ft.: Ansa
Ft.: Ansa
Tempestade de neve em Nova York

Da Ansa
- Agência Italiana de Notícias

Uma tempestade chamada de "ciclone-bomba" cobriu o nordeste dos Estados Unidos com nevascas, rajadas de vento e temperaturas glaciares e causou o cancelamento de mais de 2,8 mil voos.

Em Nova York, os aeroportos JFK e LaGuardia foram fechados por causa de uma tempestade de neve, assim como as escolas. O serviço ferroviário entre a metrópole e Boston foi reduzido, e as autoridades pediram para os cidadãos não saírem de carro, a não ser em casos urgentes.

Em algumas partes de Long Island, por exemplo, a visibilidade está perto de zero. Segundo meteorologistas, o pior ainda pode chegar entre sexta-feira (5) e sábado (6), quando as temperaturas devem cair para -20ºC.

O ciclone-bomba é um fenômeno caracterizado pela baixa pressão atmosférica, o que aumenta a velocidade e o potencial "explosivo" dos ventos. Desde a última quarta (3), pelo menos 11 pessoas morreram por causa do frio nos Estados Unidos, sendo cinco no Wisconsin, quatro no Texas, uma na Dakota do Norte e outra no Missouri.

Ainda no fim do ano passado, o presidente Donald Trump ironizou as baixas temperaturas e disse que o país poderia usar "um pouco do bom e velho aquecimento global" para se esquentar. Em algumas cidades norte-americanas, os termômetros já atingiram a marca de -40ºC.